Maison de France

Edifício Cultural e Diplomático

Cliente: Ministério Francês dos Negócios Estrangeiros e do Desenvolvimento Internacional | Arquiteto: Triptyque
Superfície: 9000 m² | Terreno: 1350 m²
Cidade: Rio de Janeiro | País: Brasil
Ano: 2016

O Ministério dos Negócios Estrangeiros confia à Triptyque a renovação da Maison de France no Rio de Janeiro.
O edifício de 13 andares, localizado no centro histórico do Rio de Janeiro, foi construído entre 1950 e 1956 por dois arquitetos modernistas, Auguste Rendu e Jacques Pilon. Este último é também o autor do Edifício Paulicéia em São Paulo e do Lycée Pasteur no Rio, duas obras emblemáticas do movimento modernista no Brasil.

Concebida desde o início como um complexo cultural, a Maison de France vai além de sua função diplomática e se dedica à difusão da cultura francesa. Centro consular, econômico, linguístico e cultural, a Maison de France é o núcleo da presença francesa no Rio de Janeiro. Ela abriga o Consulado Geral da França, o departamento de cooperação e ação cultural, o departamento econômico, a Aliança Francesa, a Câmara de Comércio Franco-Brasileira, empresas francesas, uma mediateca e um teatro com 350 lugares.

A Maison de France tem também uma identidade europeia, pois é sede do Consulado Geral da Alemanha e do Consulado Honorário da Finlândia. Tornando-se assim a “Maison de l’Europe”, ela reforça a parceria iniciada pelos franceses e os alemães nos assuntos de ação diplomática e cultural.

O trabalho da Triptyque consiste em reavivar este edifício dos anos 50 para criar uma estrutura contemporânea e inovadora através da colaboração internacional, uma jóia do “Brasil modernista”.

Coordenador: Luiz Trindade | Chefe do projeto: Damien Murat

Hide picture